EdTech

Grupo A passa a se chamar +A Educação e divide operação em três verticais

0

Objetivo da empresa é ser a melhor plataforma de educação superior e profissional da América Latina

O Grupo A, uma das maiores empresas de educação do Brasil, está mudando o nome e o formato da sua operação. A companhia, que passa a se chamar +A Educação, divide-se agora em três verticais: Edtech (Plataforma A), Health (Artmed) e Publishing (Grupo A). O objetivo é ampliar o espectro de serviços, criando a melhor plataforma de educação superior e profissional da América Latina.

Segundo Celso Kiperman, CEO da +A Educação, todas as unidades de negócio vão trabalhar de maneira integrada na nova sede da empresa – localizada no chamado 4º Distrito, polo de economia criativa na região central de Porto Alegre (RS).

O espaço foi projetado como uma startup. Isto é, conta com governança e áreas abertas que estimulam a inovação e a criatividade. Os mais de 700 funcionários da empresa começaram a trabalhar na nova sede de forma híbrida a partir de fevereiro.

Projeto do prédio da +A Educação, novo nome do Grupo A Educação.

Edtech: Plataforma A

Com as mudanças de sede e de marca, a empresa lançou três verticais de atuação. Na Plataforma A ficam soluções e serviços ligados à tecnologia educacional.

O portfólio é robusto. Inclui conteúdos imersivos e baseados em metodologias ativas, ambiente virtual de aprendizagem, laboratórios físicos e virtuais, ferramentas de avaliação e gestão de indicadores para melhores resultados acadêmicos, bem como ferramentas de realidade virtual e aumentada, conteúdo para EaD, consultoria e inteligência para captação de alunos via IES ou indicações.

A empresa também aposta na consolidação da +Campus, cujo modelo de negócio é de parcerias estratégicas. Nele, instituições de ensino superior contratam serviços como a Plataforma A para auxiliar, desenvolver e ofertar programas de ensino a distância – segmento em ascensão no mercado global.

“Agora, estamos indo além de produtos e tecnologia. O fortalecimento das nossas verticais de consultoria e serviços aproxima cada vez mais a +A Educação das instituições”, diz Luiz Trivelato, diretor da divisão de Edtech da companhia.

Atualmente, as soluções de tecnologia educacional da Plataforma A alcançam mais de 1 mil instituições de ensino e 3,5 milhões de estudantes.

Health: Artmed

A vertical de saúde foi batizada de Artmed – marca de origem do Grupo A, que se consagrou como selo editorial no segmento da saúde. Sob este guarda-chuva ficam as soluções de educação continuada para saúde, o que inclui programas de atualização profissional (Secad), cursos digitais, pós-graduação (oferecidos junto com IES e sociedades médicas) e aplicativos point of care.

“Os profissionais da saúde precisam de atualização constante e queremos ser o provedor desse tipo de informação desde a faculdade”, diz Guilherme Dias, diretor da Artmed. Para isso, a empresa adquiriu em dezembro a Jaleko – startup carioca com foco em estudantes, oferecendo reforço em vídeo para os conteúdos da grade curricular.

Além de acompanhar o médico ao longo de toda a carreira, a Artmed busca garantir uma sinergia similar e integrada às soluções de Edtech.

Publishing: Grupo A

Apesar da troca de nome da holding, o nome Grupo A foi preservado e passa a batizar a vertical dos selos editoriais. São eles: Artmed, Bookman, Penso, AMGH (McGraw-Hill Brasil), Artes Médicas. O Grupo A também distribui os livros da Pearson no Brasil, além de ter várias co-edições com a grande empresa mundial.

Ao longo de quase 50 anos, o Grupo A publicou mais de 4 mil obras entre livros impressos, eBooks e audiobooks de todas as áreas do conhecimento técnico, científico e profissional. A direção de conteúdo ficará a cargo de Adriane Kiperman, que também é publisher do portal Desafios da Educação.

A história da +A Educação

O símbolo “+” parte da premissa de que todas as unidades de negócio se somam e atuam em sinergia. “Juntas, nossas soluções geram melhorias exponenciais no serviço que prestamos”, explica Adriane Kiperman.

Já a letra “A” foi mantida por fazer parte da história do grupo – que começou como uma livraria, em 1973. Seis anos depois, o fundador Henrique Leão Kiperman transformou o negócio em editora. A então chamada Artes Médicas – mais tarde, Artmed – virou referência no Brasil e no exterior por publicar o melhor conhecimento em medicina, psicologia, educação, administração, engenharia, arquitetura e outras áreas.

A entrada no segmento de educação continuada para saúde ocorreu em 2003, por meio da parceria com o Secad. Em 2011, o Grupo A adquiriu a empresa de e-learning GSI Online e se tornou representante da plataforma Blackboard no Brasil. Nos anos seguintes, vários outros negócios foram incorporados ao grupo. Em 2018, a Kinea, gestora de fundos de private equity do Itaú, tornou-se sócia da companhia.  Em 2020 o fundo de investimentos Bewater passou também a apoiar o crescimento desta grande plataforma de educação.

“Estamos vivendo um momento superespecial, com várias mudanças que fazem sentido e nos levam a um caminho para o qual todos estão entusiasmados”, diz Celso Kiperman. A expectativa é internacionalizar a empresa a partir de 2022 e fazer o IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) em 2024.


P.s.: clique aqui para ler a carta aberta do CEO da +A Educação, Celso Kiperman.

Leonardo Pujol
Leonardo Pujol é editor do Desafios da Educação e sócio-diretor da República – Agência de Conteúdo.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.