EAD

Credenciamento EaD: como se preparar para a visita do MEC

1

A visita do MEC é um dos processos que validará a educação a distância na sua IES. Dessa maneira, a preparação para receber a visita in loco para credenciamento EaD é de extrema importância para as instituições.

Além de garantir a oferta de cursos de graduação em EaD, o conceito obtido nas avaliações do MEC a partir dessa visita se tornam um diferencial competitivo no mercado.

Primeiramente, é importante saber que a janela de credenciamento EAD abre geralmente duas vezes ao ano. Além disso, o processo pode levar até dois anos para a efetivação, entre o protocolo inicial e a publicação da portaria.

Como funciona uma visita in loco do MEC para credenciamento EAD?

Acima de tudo, para as IES com oferta de cursos EAD, as avaliações in loco se concentram na sede das instituições – e não mais nos polos, como era antes da Portaria Normativa nº 11, de 2017.

Nessa visita, os avaliadores irão verificar se a estrutura da instituição atende aos cursos propostos e à quantidade de vagas solicitadas. Além de outros pontos, como corpo docente, infraestrutura tecnológica e material didático.

Em segundo lugar, a visita é realizada por comissão designada pelo MEC, mais especificamente o INEP. Essa etapa tem a finalidade de verificar a estrutura física e o plano de desenvolvimento da instituição. Ao mesmo tempo que verifica os conceitos dos cursos, com base na análise do material cadastrado em etapas anteriores no portal e-MEC.

Como o MEC avalia as instituições de ensino superior e os cursos?

As IES são avaliadas por conceitos que atribuem notas de 1 a 5. A instituição que receber notas 1 ou 2, consideradas insatisfatórias, não terá seu credenciamento EAD homologado pelo MEC. As notas 3, 4 e 5 são consideradas satisfatórias, permitindo que o MEC conceda o credenciamento da instituição e/ou a autorização dos cursos.

credenciamento conteúdo MEC

As avaliações de credenciamento EAD ocorrem com a presença de 3 especialistas institucionais, sendo avaliados os critérios voltados à:

  • Comissão Própria de Avaliação – CPA;
  • Políticas Acadêmicas;
  • Gestão Institucional;
  • Corpo Docente.

As avaliações de curso são realizadas por especialistas da área do respectivo curso. São analisados principalmente os critérios da organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura.

Sabendo disso, o que é necessário para a IES se adequar à visita?

Por fim, agora você já sabe o que será avaliado na sua IES em uma visita do MEC. Lembre que é muito importante estar preparado para este momento. Para isso, tenha a garantia de que a sede da instituição demonstre capacidade de atendimento das exigências básicas de infraestrutura. Além das demandas presenciais dos alunos, mesmo na modalidade EAD.

Leia mais: Perfil do aluno EAD: você realmente conhece o estudante da sua IES?

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    1 Comentário

    1. Estava gostando do artigo, mas ficou com cara de introdução… na hora que parecia que entraria nas questões práticas, respondendo à pergunta “o que é necessário para a IES se adequar à visita?”, o artigo acabou ;(
      Sugiro completementar esta matéria em outro artigo, respondendo os requisitos básicos exigidos pelo MEC, segundo o novo instrumento de avaliação (2017), pois o mesmo é bastante subjetivo, especialmente no que se refere aos periódicos e aos documentos em meio eletrônico/digital, assim como ao quantitativo de exemplares impressos. Ficaria grata.
      No mais, gosto bastante dos artigos e das webnars oferecidas. Obrigada.

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.