Gestão

Nota máxima: a receita de três coordenadores para obter Conceito 5 no Enade

0

Desde a sua primeira aplicação, em 2004, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) se tornou uma das principais preocupações dos coordenadores de cursos de ensino superior no Brasil. É que, além de avaliar o desempenho e o conhecimento dos alunos que estão prestes a se formar, o Enade serve como ferramenta de avaliação de qualidade dos cursos.

Obter o Conceito 5, que é a nota máxima do Enade, é objetivo de muitos cursos. Mas alcançado por poucos. Em 2019, apenas 6,3% dos cursos presenciais e 6% das graduações EAD avaliadas obtiveram o Conceito 5.

A cada ano, um conjunto diferente de cursos é avaliado. Em 2019, realizaram o Enade as graduações de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

Campus da UFCSPA: instituição obteve Conceito máximo do Enade em 5 cursos. Créditos: Divulgação.

UFCSPA: instituição obteve Conceito máximo do Enade em 5 cursos. Créditos: Divulgação.

A Universidade Federal de Ciência e Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) conquistou o conceito máximo em cinco cursos em 2019: Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Nutrição.

A coordenadora de Biomedicina, Juliana Trevisan da Rocha, diz que a instituição possui um corpo docente preocupado com a formação dos egressos – e que isso é importante para desempenho. “O perfil dos nossos alunos, críticos e motivados pela busca do conhecimento, também é um fator-chave.”

Atualmente, o curso presencial de Biomedicina da UFCSPA tem cerca de 200 alunos – incluindo os calouros de 2020 que iniciarão o primeiro semestre a partir de novembro desse ano. O atraso é decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Leia mais: Enade 2019: federais e cursos presenciais têm melhor desempenho

Campos de Engenharia Civil da Ufla.

Campos de Engenharia Civil da Universidade Federal de Lavras.

Já na Universidade Federal de Lavras (Ufla), em Minas Gerais, o curso de Engenharia Civil estreou no Enade com o pé direito – obtendo o Conceito 5. A instituição mineira inaugurou a graduação em 2014 e por isso foi avaliado pela primeira vez em 2019.

Apesar do curso existir há pouco tempo, o coordenador Lucas Abreu explica que os alunos têm acesso a um ensino fundamentado e eficiente. “Temos uma matriz curricular que é muito direcionada na execução de projetos”, diz.

Leia mais: O ensino superior depois da pandemia

São pelo menos quatro disciplinas de atividades práticas na Engenharia Civil da Ufla. “Os alunos são desafiados a trabalhar com projetos em situações reais”, afirma Abreu.

Outro diferencial é o estímulo a atividades complementares. “A gente percebe que as atividades extraclasses têm desenvolvido muito nossos alunos”, diz o coordenador. Ele afirma que o modelo aperfeiçoa não apenas as habilidades técnicas, mas também sociais, emocionais e culturais dos estudantes.

Os cursos de Agronomia e Engenharia Química da Ufla também conquistaram nota 5 no Enade. Assim como o curso EAD de Segurança do Trabalho da Unicesumar.

Prédio da Unicesumar EAD.

A coordenadora do curso, Renata Cristina Souza, atribui a conquista ao comprometimento da equipe pedagógica em entregar profissionais bem preparados ao mercado. “Não posso deixar de destacar o engajamento dos alunos da EAD Unicesumar”, acrescenta. “Eles conseguiram transmitir na avaliação todo o conhecimento adquirido no curso”.

Além do conceito máximo, o curso ainda tem o aluno com melhor nota no Enade em todo o Brasil, segundo a instituição.

Para a professora Souza, o principal diferencial do curso é a composição de um corpo docente que atua no mercado, bem como as práticas realizadas por meio de visitas técnicas e laboratórios virtuais. A presença de convidados nas aulas também auxilia os alunos na exemplificação do conteúdo prático.

 

Como alcançar a nota máxima

Juliana Trevisan da Rocha, Lucas Abreu e Renata Cristina Souza.

Juliana Trevisan da Rocha, Lucas Abreu e Renata Cristina Souza.

Conquistar Conceito 5 no Enade não é tarefa fácil para os cursos superiores. Exige muito planejamento. Para ajudar os coordenadores nessa missão, o Desafios da Educação pediu aos entrevistados da reportagem que dessem dicas para obter um curso com nota máxima no exame.

– Juliana Trevisan da Rocha, da UFCSPA: “Na minha opinião, a motivação e identificação dos alunos com o perfil profissional de egresso são importantes. O engajamento dos docentes e técnicos (tanto administrativos quanto de laboratório) com a proposta pedagógica do curso e o apoio institucional também são fundamentais para ser ter um curso nota máxima.”

– Lucas Abreu, da Ufla: “Meu conselho é estimular a participação conjunta de todos os envolvidos. Justamente por ser um curso novo, a gente sempre compartilhou informações e a busca por melhorias entre professores, técnicos e principalmente os estudantes. É muito importante essa aproximação com os estudantes, eles precisam entender as demandas e as situações. Os coordenadores precisam se aproximar dos estudantes e entender as suas necessidades.”

Renata Cristina Souza, da EAD Unicesumar: “Resumidamente, para ter um curso nota 5 é preciso muito trabalho, dedicação e comprometimento de todos os envolvidos. O resultado é fruto de um incansável trabalho realizado durante todos os anos dos cursos, com o esforço de uma equipe pedagógica preparada e alinhada com as demais áreas da instituição.”

Leia mais: Pandemia prorroga Enade 2020: saiba quando será o exame

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.