EdTech

Novo aplicativo ajuda educadores brasileiros no autodesenvolvimento

0
EducaBox usa microlearning para desenvolver competências digitais em professores e educadores sociais e corporativos

Aplicativo EducaBox usa microlearning para desenvolver competências digitais em professores e educadores sociais e corporativos. Crédito: Unsplash.

O distanciamento social imposto pela pandemia da covid-19 tornou-se um grande desafio para educadores que nunca tiveram a necessidade de desenvolver as competências digitais exigidas pela educação a distância. Desde março, essa passou a ser uma exigência para a manutenção das aulas online e muitos educadores vêm sofrendo com a falta de apoio e suporte para conseguir desempenhar suas funções de forma eficiente e satisfatória.

Como posso definir objetivos de aprendizagem? Como posso ser claro nas minhas avaliações? Quais os melhores repositórios digitais disponíveis? Essas e outras perguntas passaram a ser frequentes entre os educadores brasileiros e as respostas, agora, estão disponíveis no Educabox, um aplicativo desenvolvido pela pedagoga, psicóloga e mestre em Educação Karina Nones Tomelin e que chega como um presente para o mês do professor.

Com acesso gratuito, os educadores recebem conteúdos diários, em forma de drops, sempre com a seguinte trilha: problema, contexto, orientação, inspiração e vá além.

No problema, o aplicativo apresenta uma pergunta sobre uma situação real vivenciada pelos educadores no cotidiano do processo de ensino-aprendizagem. O contexto apresenta uma breve descrição do tema. A orientação oferece sugestões de ação, reflexão e atuação diante do problema.

A inspiração apresenta um pensamento relacionado ao contexto e que pode ser compartilhada diretamente do aplicativo nas redes sociais do educador. Por fim, o vá além oferece sugestão de material complementar para consulta e aprofundamento do tema.

Leia mais: Como ser mais maker e menos tela no ensino remoto 

O professor é o profissional que forma todas as outras profissões. Seu papel é fundamental e para dar o seu melhor, ele também precisa receber o melhor, desenvolver-se técnica e emocionalmente e aprender para ensinar todos os dias.

Pensando no autodesenvolvimento docente just in time, criamos o Educabox para organizar e sistematizar conteúdos relevantes para o aperfeiçoamento das principais competências docentes, de modo a promover, gratuitamente, micromomentos de formação. No formato microlearning, o aplicativo vai ajudar educadores a se conectar com ideias, teorias, conceitos e referências de forma rápida e fácil.

Karina Nones Tomelin

Diretora de inovação e qualidade na B42, Tomelin é professora desde os seus 19 anos de idade e já deu aulas para o ensino infantil, fundamental, médio, superior e pós-graduação. Possui mais de 15 anos de experiência na área de formação docente e apoio discente e atuou em grandes grupos educacionais do Brasil na construção de projetos voltados à qualidade e inovação acadêmica. É consultora na área educacional e co-fundadora da Simplifica Edtech.

Aplicativo Educabox. Crédito: Reprodução de tela.

A partir da sua experiência em sala de aula, a professora aponta a utilidade do Educabox para diferentes educadores. “Os professores da Educação Básica nem sempre têm a oportunidade de se atualizar constantemente sobre novas teorias e recursos educacionais para a promoção da aprendizagem. O Educabox promove essa atualização”, explica.

Já no ensino superior, nem todos os professores têm formação em licenciatura. O Educabox promove essa formação, oferecendo oportunidades para que esses profissionais conheçam mais sobre andragogia e recursos didático-pedagógicos.

Além dos professores em sala de aula, Tomelin salienta a utilidade do Educabox para educadores sociais e corporativos. Os educadores sociais são, em sua maioria, voluntários sem capacitação específica para atuar com diferentes níveis e perfis de estudantes.

Já os educadores corporativos precisam sempre aprimorar suas práticas na formação de jovens e adultos. “Todas essas necessidades são atendidas pelos conteúdos que produzimos e disponibilizamos diariamente no aplicativo, de forma rápida, direta, prática e gratuita”, enfatiza a idealizadora.

Leia mais: Como evitar a evasão de alunos? A Cruzeiro do Sul lançou um chip de celular

Desenvolvido pela Educa Space e B42, o Educabox conta com o apoio oficial de várias entidades e empresas ligadas à educação:  ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), ANACEU (Associação Nacional dos Centros Universitários), Ampesc, Guia EAD Brasil, Professores Exponenciais, portal Desafios da Educação, Grupo A, Curso Enem Gratuito, Learn Design, TEO – Tecnologias Educacionais Online, Meta Aprendizagem, Simplifica Edtech, Educação do Futuro, Happy Code e Téssera.

O aplicativo já está disponível para ser baixado nas versões IOS e Android. Clique aqui para baixar.

Essas entidades estão programando encontros virtuais com professores para falar sobre microlearning e sobre os desafios digitais de educação para apresentar o Educabox como uma ferramenta de autodesenvolvimento. No dia do professor, 15 de outubro, a professora Karina Tomelin participará de uma live organizada pela ABED, às 18 horas. O evento será transmitido no canal da ABED no Youtube.

E durante o mês estão previstos outros encontros como no dia 22 de outubro, promovida pela TEO, às 16 horas.

Leia mais: O que vem por aí: a educação depois da primeira onda da pandemia

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.