Insights

“Inovação é uma mudança cultural”, diz o professor Oswaldo Tristán

0

Oswaldo Morales Tristán, diretor de Educação a Distância da ESAN, em palestra no Fórum de Lideranças.
Oswaldo Morales Tristán, diretor de Educação a Distância da ESAN, em palestra no Fórum de Lideranças.

“A adoção de uma nova tecnologia implica uma mudança cultural.” A afirmação é do professor Oswaldo Morales Tristán, diretor de Educação a Distância da ESAN – Graduate School of Business, universidade do Peru. Para ele, é necessário gerenciar a resistência à mudança, porque sempre há pessoas que acreditam que vão ter perdas frente a uma inovação na empresa. Em sua palestra no Fórum de Lideranças: Desafios da Educação, o professor Tristán apontou que, assim como existem os resistentes, também há os que veem oportunidade na inovação.

> Baixe as palestras do Fórum de Lideranças: Desafios da Educação 
> Veja no site ARede Educa como foi o evento

– É fundamental que se desenvolva uma estratégia que considere como a mudança cultural afeta cada pessoa – garante. Uma agenda política, onde busquem incentivadores da mudança que serão, posteriormente, multiplicadores.

O ensino a distância é forma primordial de avanço das instituições de ensino para além das barreiras físicas. Existe um novo perfil de usuário da educação online, em geral com essas características, ainda segundo Tristán:

  • Precisa de condições que se adequem ao seu ritmo de vida;
  • Está disposto a fazer um esforço para se capacitar;
  • É nativo digital;
  • Não está limitado por sua zona geográfica;
  • O tempo é um ativo cada vez mais valorizado;
  • Na pós-graduação, viaja constantemente e trabalha em postos de responsabilidade.

Por isso, a tecnologia afeta positivamente a experiência dos alunos, que encontram nesse formato uma nova possibilidade de conciliar a formação à sua rotina.

– Os alunos já usam a tecnologia para estudar, independentemente de a universidade acompanhar ou não. Hoje, grupos de países diferentes resolvem juntos problemas sem sequer falarem o mesmo idioma, com ajuda de programas online de tradução – resume professor Oswaldo.

Isso demonstra por que é importante que as instituições se adaptem e incluam os professores nesse processo contínuo. Entre as sugestões para inserir o corpo docente, estão o apoio em oficinas para prática extraclasse, palestras com convidados internacionais, aulas de recuperação e viagem de professores para aulas extracampus.

Além do envolvimento dos professores, a administração também deve promover uma mudança da burocracia interna por meio da inovação. Matrículas virtuais, aulas presenciais e online com o mesmo peso, certificados presenciais e virtuais, registro de presença por meio de assinatura eletrônica são alguns dos processos que podem ser incorporados, criando uma cultura online.

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.