GestãoMercado

Depois da Estácio virar Yduqs, Kroton passa a se chamar Cogna

0

Uma das principais notícias do setor na semana passada foi o anúncio de restruturação da Kroton, maior grupo privado de educação do país. A empresa passou a se chamar Cogna Educação.

A companhia foi dividida em quatro marcas:

  • Kroton: a antiga marca agora representa o setor B2C para ensino superior, em instituições como a Anhanguera e Unopar. Era, até então, o principal core business da empresa.
  • Saber: consolida os serviços de educação para o ensino básico, como cursos de línguas (B2C), além de disputar as licitações no Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), do Ministério da Educação (MEC).
  • Vasta/Somos: comprada pela Kroton, em abril de 2018, a marca Somos de ensino básico vai atuar na prestação de serviços de gestão para escolas (B2B) e produção de material didático para alunos.
  • Platos: prestadora de serviços de gestão para o ensino superior (B2B).

Leia mais: Em 2020, Brasil poderá ter até 17 cursos de mestrado EAD

Há razões para as mudanças. “Percebemos que havia uma oportunidade incrível para trabalhar nos mercados B2B, tanto em educação básica quanto em ensino superior”, disse o CEO da Cogna, Rodrigo Galindo, em entrevista à revista Época Negócios. “Por isso, incorporamos a Somos e estruturamos novos modelos de negócios.”

A novidade é uma das principais ações da Kroton desde o veto do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em junho de 2017. Na ocasião, a companhia tentou comprar a Estácio, mas teve a aquisição reprovada.

A carioca Estácio, aliás, também passou por um recente processo de rebranding. A empresa mudou a marca da companhia, passando a se chamar Yduqs. Em setembro, adquiriu a UniToledo, de Araçatuba (SP), e pela primeira vez manteve a bandeira da instituição adquirida – até então, todas as aquisições adotavam a bandeira “Estácio”.

Na Bolsa, o ticker da Yduqs (ex-Estácio) era ESTC3 e passou a ser YDUQ3. Já o novo ticker da Cogna (ex-Kroton) é COGN3 e COGNY, substituindo respectivamente KROT3 e KROTY.

Leia mais: Por dentro do Grupo Unis: internacionalização como estratégia

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.