Avaliação

Cursos de licenciatura e tecnológicos são os que mais cresceram em 2019

0

O perfil do aluno do ensino superior está sendo alterado. Pelo menos é o que mostra o Censo da Educação Superior de 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep). O levantamento, divulgado em 23 de outubro, revela que a procura por cursos tecnológicos e de licenciatura cresceu significativamente nos últimos anos.

Entre 2018 e 2019, houve um aumento de 3,5% no número de ingressantes em cursos de licenciatura e de 14,1% no grau de tecnológico. O bacharelado ficou em terceiro lugar, com uma alta de 3,1%.

Os cursos de bacharelado, entretanto, concentram 57,1% dos novos alunos do ensino superior, seguidos pelos cursos tecnológicos (22,7%) e de licenciatura (20,2%). A ordem é semelhante entre estudantes que já estavam cursando a graduação. Aqui, o bacharelado tem quase 66% – bem acima de licenciatura (19,7%) e tecnológicos (14,3%).

Aumento de matrículas no ensino superior foi de 14,1% em cursos tecnológicos e 3,5% para licenciatura. Crédito: Unsplash.

Aumento de matrículas no ensino superior foi de 14,1% em cursos tecnológicos e 3,5% para licenciatura. Crédito: Unsplash.

Leia mais: Novas matriculas crescem no ensino superior, enquanto o número de formando cai

Licenciatura

Dos alunos registrados nos cursos de licenciatura em 2019, cerca de 36% estão em instituições públicas e 64% em IES particulares. Outro dado importante é que as matrículas de licenciatura EAD representam 53,3%, enquanto no presencial são 46,7%.

O Censo revela, ainda, que a maioria das matrículas em cursos de licenciatura é de estudantes do sexo feminino. As mulheres ocupam 72,2% das vagas alunos de licenciatura, enquanto os homens ficam com apenas 27,8%.

Tecnológico

Para comprovar a tendência do ensino a distância no Brasil, o levantamento do MEC mostra que 60% das matrículas de cursos tecnológicos já são a distância. Esse percentual era de 28,5% em 2009. Ou seja, em uma década, a fatia do EAD mais do que dobrou.

Esse aumento nos números de alunos no grau tecnológico a distância se deve, acima de tudo, ao crescimento das matrículas nos cursos EAD na última década. Entre 2009 e 2019, as matrículas de cursos de graduação a distância aumentaram 192,4%.

Desde 2013, os cursos tecnológicos na modalidade presencial mantêm um movimento de queda.

Leia mais: O ensino superior depois da pandemia

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.