Mercado

Plataforma A adquire startup Sistema Faculdade e reforça portfólio para Direito EAD

0

Dando sequência à ampliação do portfólio de soluções para as instituições de ensino superior (IES), a Plataforma A realizou a aquisição de ativos do Sistema Faculdade, uma startup que oferta módulos para gestão de atividades acadêmicas.

O interesse pelo Sistema Faculdade surgiu da necessidade de ofertar novas soluções tecnológicas que auxiliem o ensino na graduação de Direito, carro chefe de muitas IES. Um dos módulos ofertados pela startup é o Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico (NPJ-e), uma demanda relevante especialmente para fase virtual do curso.

“Os cursos presenciais já têm os seus Núcleos de Prática Jurídica, que atuam na resolução de casos reais da sociedade”, explica Rodrigo Severo, head da Plataforma A. “Com a chegada do Direito EAD, a gente percebeu que precisávamos possibilitar aos alunos a simulação de práticas jurídicas antes que eles atendessem casos reais”.

Entenda o Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico

O Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico é uma plataforma que permite o desenvolvimento de todas as atividades acadêmicas reais ou simuladas desenvolvidas em cada Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) das faculdades de Direito.

Dessa forma, tanto o desenvolvimento e o gerenciamento das atividades do NPJ-e, quanto o acompanhamento dos casos reais pelos alunos, pode ocorrer de forma 100% online.

Além disso, o NPJ-e facilita o dia a dia de coordenadores, professores e alunos: o sistema viabiliza a produção de documentos que geram evidências para as avaliações in loco do Ministério da Educação (MEC). Assim, contribui para uma melhor avaliação, além de ser considerado uma prática pedagógica inovadora e exitosa.

Leia mais: SAGAH se consolida como referência em soluções educacionais

O NPJ-e oferece, ainda, outras ferramentas, como:

  • Flexibilidade na realização e no gerenciamento das atividades;
  • Gerenciamento dos alunos segundo as suas habilidades e competências individuais;
  • Controle das atividades acadêmicas de forma eletrônica e em tempo real;
  • Acompanhamento contínuo das normas educacionais específicas;
  • Simulação do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), do exame da OAB (Ordem dos Advogados) e demais provas de concursos;
  • Customização do sistema por demanda das instituições de ensino.

O sistema é utilizado nos cursos presenciais, além de estar previsto em diversos projetos pedagógicos de cursos de Direito na modalidade distância. O Ministério da Educação, no último ano, avançou a aprovação de cursos de Direito EAD que estavam com pedidos parados.

Especialistas acreditam que o Direito EAD irá movimentar a captação de alunos no ensino superior em 2022. “E não vai bastar as instituições ofertarem apenas conteúdo”, afirma Severo, da Plataforma A. “Elas irão precisar de diferenciais”.

Isso coloca o Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico como a bola da vez. “Se digo que vou ofertar um curso de Direito EAD, a primeira pergunta que todo mundo pensa, inclusive os avaliadores do INEP, é sobre a forma de executar a parte prática”, explica o sócio e fundador do Sistema Faculdade.

De acordo com Gustavo Almeida, o Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico do Sistema Faculdade é único do Brasil a oferecer isso.

Leia mais: Para Emerson Luiz de Castro, Direito entrou de vez no Digital

Por essa razão a Plataforma A investigou o sistema e decidiu agregá-lo ao conjunto de soluções para as faculdades de Direito. Nas palavras de Almeida: “A Plataforma A buscava no mercado uma empresa que já desenvolvia essa atividade de maneira exitosa e decidiram adquirir a nossa solução. Agora, o nosso sistema encontra o seu berço de ouro. Está no lugar certo”.

O portfólio robusto da Plataforma A inclui ambiente virtual de aprendizagem (AVA); conteúdo didático baseado em metodologias ativas; laboratórios físicos e virtuais; ferramentas de avaliação e gestão de indicadores para melhores resultados acadêmicos; ferramentas de realidade virtual e aumentada; e consultoria e inteligência para captação de alunos.

Atualmente, o Sistema Faculdade atende mais de 50 IES com o seu Núcleo de Prática Jurídica Eletrônico. “O nosso objetivo com essa aquisição, além de robustecer o nosso portfólio de soluções tecnológicas, é montar uma escola de Direito”, afirma Severo, da Plataforma A. Segundo ele, a companhia projeta fornecer conteúdo, práticas simuladas, Núcleos de Prática Jurídico e sistema de escritório eletrônico.

Leia mais: Plataforma lança site que integra conteúdo e serviço de tecnologia educacional

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.