Capacitação DocenteEdTech

5 atitudes para professores se adaptarem ao ensino digital em 2021

0
Se adaptar ao ensino digital exige paciência, coragem, planejamento, compartilhamento e, é claro, muita aprendizagem dos professores. Créditos: pexels.

Se adaptar ao ensino digital exige paciência, coragem, planejamento, compartilhamento e, é claro, muita aprendizagem dos professores. Créditos: pexels.

Segundo um estudo da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), apenas 43% dos professores de países membros do bloco se sentiram confortáveis ou muito bem preparados para utilizar o ensino digital em sala de aula após concluírem a formação docente. Entre as razões da insegurança é que somente 53% dos entrevistados receberam a devida capacitação digital.

A necessidade de uma rápida adaptação ao ensino remoto durante a pandemia agravou a situação. Em 2020, mesmo sem tempo para se preparar, os professores redobraram os esforços para desenvolver suas competências digitais.

Em 2021, não será diferente. Em um contexto repleto de desafios, os docentes precisam correr atrás do prejuízo para tornar o ensino com o apoio da tecnologia o mais eficaz possível. Por isso, destacamos cinco atitudes que podem ajudar na adaptação dos professores ao ensino digital.

1. Comece aos poucos

Não adianta querer aprender e aplicar tudo de uma vez. Comece aos poucos, introduzindo ferramentas e práticas mais simples no seu planejamento. O mais importante, nesse caso, é manter a frequência na utilização de tecnologias. Assim, logo os recursos digitais se tornarão parte do seu repertório e estarão presentes na sua rotina.

Leia mais: 7 maneiras de apoiar e preparar os professores para a volta à sala de aula

2. Compartilhe experiências

Experiências com a tecnologia na educação ؘ– sejam positivas ou negativas – devem ser compartilhadas, especialmente com os seus colegas e gestores. Assim, os professores descobrem juntos o que funciona e o que não funciona em determinada sala de aula. Pode ser a saída para insights reveladores e novas descobertas. O diálogo entre docentes de mesmas turmas ainda ajuda na adaptação do aluno pelo reforço no uso das ferramentas digitais.

Adaptação e flexibilidade são palavras-chave na educação digital.

Adaptação e flexibilidade são palavras-chave na educação digital.

3. Estude a escolha dos recursos

A escolha dos conteúdos e recursos digitais utilizados em sala de aula é parte fundamental para ter sucesso com o uso da tecnologia na educação. Uma nota técnica do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), publicada durante a pandemia, traz algumas perguntas que podem fazer a diferença no momento da escolha. Entre elas:

  • É fácil de usar?
  • Funciona com os sistemas disponíveis na sua escola?
  • Possui funcionalidade para inclusão e acessibilidade?
  • O conteúdo é de qualidade e alinhado com o currículo?

Leia mais: Vai dar aulas a distância? Aqui estão 5 plataformas que você pode usar

4. Não tenha medo de errar

Incluir a tecnologia da educação no dia a dia pode ser um verdadeiro desafio para professores que não estão acostumados com o ambiente digital. É importante lembrar, portanto, que qualquer aprendizado é feito de erros e acertos. Esteja preparado para falhar – e para ver a tecnologia falhar. E para tentar de novo, claro.

5. Observe e aprenda com os alunos

Adaptação e flexibilidade são palavras-chave na educação digital. A última dica é observar as necessidades de aprendizagem e o grau de acesso dos estudantes antes de inserir determinada tecnologia na rotina de ensino. Por isso, avalie constantemente se as ferramentas utilizadas estão sendo efetivas com os seus alunos. E esteja disponível para aprender com as gerações nativas digitais.

Leia mais: Coronavírus: 5 dicas para os professores que vão migrar para o EAD

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.