Tecnologia Educacional

Qual é o grau de inovação da sua IES?

0

Qual é o grau de inovação da sua instituição de ensino superior (IES)? A maioria dos gestores talvez não saiba responder a essa pergunta. Pensando nisso, a Plataforma A desenvolveu um quiz para que as IES verifiquem o estágio em que se encontram na implementação de tecnologias educacionais.

“A ideia do quiz surgiu em um evento do setor onde conversamos com alguns mantenedores de ensino superior. Eles nos questionaram sobre como as instituições investem e adotam tecnologias educacionais”, conta o head da Plataforma A, Rodrigo Severo.

Ao todo, são 18 perguntas que ajudam os gestores a avaliarem o grau de inovação das suas IES. Dessa maneira, o objetivo do quiz é ajudá-los a acelerar e otimizar os investimentos em tecnologias educacionais, tendo em vista o cenário de transformação digital no ensino superior.

Como o quiz funciona

A plataforma não tem mistério. Basta responder a uma série de perguntas, com duração total de quatro minutos. O questionário mapeia, por exemplo, o uso tecnologias educacionais como sistema acadêmico, ambiente virtual de aprendizagem (AVA) e biblioteca virtual.

Além disso, o quiz avalia o grau de responsividade em smartphones e tablets e a acessibilidades das disciplinas, assim como a diversidade de recursos pedagógicos oferecidos. O objetivo é analisar os investimentos ideais para que as IES permaneçam em um estágio avançado de inovação.

“Além de entender se as instituições de ensino possuem sistemas tecnológicos, é importante identificar o tempo de uso e o grau de integração entre eles. Dessa forma, conseguimos verificar a maturidade delas em relação à adoção dessas tecnologias”, ressalta Severo.

O quiz está disponível neste link.

Leia mais: Como aplicar inovação disruptiva em sala de aula

A importância da inovação

A inovação é um componente essencial para o desenvolvimento das IES. “As instituições precisam estar atentas, ter este autoconhecimento sobre gaps de sistemas e integrações entre eles. Pois isso afeta diretamente a experiência de aprendizagem de seus estudantes”, orienta Severo.

Inclusive, aspectos tecnológicos devem ser permanentemente acompanhados e atualizados. “Muitas vezes, as IES utilizam menos de 30% do potencial das tecnologias que possuem, o que acontece por falta de treinamento e políticas de implementação eficientes e estratégicas” completa o head da Plataforma A.

Outro ponto fundamental para a inovação gerar resultados no ensino e aprendizagem é a harmonia entre os componentes humano e tecnológico. Nesse sentido, o funcionamento pleno das tecnologias também depende da interação entre o corpo docente e os demais setores da instituição.

Leia mais: Os benefícios das bibliotecas digitais no ensino superior

Integração é fundamental

Ao implementar tecnologias em instituições de ensino superior, os gestores devem garantir a integração entre elas. Assim, os sistemas geram mais dados que auxiliam na tomada de decisões e garantem uma experiência mais fluida para o estudante, que não precisa logar em vários sistemas durante sua jornada.

O foco, portanto, está no estudante. “As IES precisam criar um ambiente centrado no aluno, pensar nas necessidades dele, ver quais experiências precisam propiciar para garantir a satisfação do discente. E, então, investir em projetos estratégicos que possibilitem isso”, propõe Severo.

Leia mais: Plataforma A reforça solução de conteúdo com imersividade, avaliações e projetos

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.