Mercado

O que muda na pós-graduação, agora que TCC não é mais obrigatório

8
TCC não é mais obrigatório

Medida que anula TCC também traz mudanças na composição do corpo docente. Crédito: UFRGS.

Cursos de pós-graduação lato sensu não precisam exigir dos alunos a entrega e a apresentação de um trabalho de conclusão (TCC).

Uma resolução do Ministério da Educação (MEC), publicada em 2018, trouxe essa e outras novidades ao ensino superior – como a criação de novas terminologias para os cursos de MBA e de especialização, além da alteração das regras para a emissão de certificados e para a composição do corpo docente.

As mudanças reposicionam o setor como um todo. Agora, cursos de MBA e especializações passam a ter como foco a capacitação de profissionais. Ou seja: estarão voltados para o aprofundamento de uma área específica do conhecimento.

Para a formação de futuros pesquisadores e docentes, o mestrado segue a melhor opção – e não sofreu alterações com a medida.

Leia mais: O governo que oferece bolsa de R$ 400 para alunos em TCC

Confira as mudanças:

Novas terminologias: agora, o título de especialista é reconhecido. O estudante matriculado em uma pós-graduação lato sensu tem a opção de adquirir uma titulação relativa a uma área específica do conhecimento.

Alterações no corpo docente: o novo marco regulatório exige que no mínimo 30% dos professores tenham título de mestrado ou de doutorado. Os outros 70% podem ser preenchidos por profissionais com, no mínimo, um título de especialista na área em que irão lecionar.

Emissão de certificados: os certificados de conclusão e os diplomas só poderão ser emitidos por IES que estejam devidamente credenciadas ao MEC.

TCC não é mais obrigatório: nos cursos de pós-graduação lato sensu, a entrega de um artigo final ou trabalho de conclusão de curso não é mais exigida. A aprovação final ficará atrelada aos critérios de cada instituição.

Leia mais: Desenvolvimento cognitivo: a importância da pesquisa científica na graduação

Sobre os TCC não-obrigatórios

A regulação permite flexibilizações. Algumas instituições podem escolher adaptar seu currículo, exigindo a produção de algum outro tipo de trabalho final. Por exemplo: o TCC pode ser substituído pela elaboração de um planejamento de marketing, ou por qualquer outra atividade vista como pré-requisito à conclusão do curso.

Para Mario Sanches, professor da FGV, as mudanças são positivas. Em entrevista ao site da Revista Ensino Superior, ele destacou que a diretriz “permite adotar novas metodologias de ensino e atividades integradoras que rompem com o modelo clássico de aprendizado”.

Sanches também afirmou que atividades em laboratórios de inovação e visitas técnicas deverão crescer nessa perspectiva, preparando melhor os alunos para o dia a dia do profissional.

Leia mais: Como incentivar o aluno a produzir trabalhos em formatos não tradicionais

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    8 Comentários

    1. Que bom! O curso em si. Ja è cansativo. O aluno já fez várias provas. No decorrer do curso. Já, provou que estava presente. Precisamos reduzir tempo. Muitos formandos. Nem chegam a utilizar o título. Até. Valdirene.

    2. Excelentes mudanças, já estava na hora…

    3. Ótima noticia! Mas como podemos contestar a universidade que solicita a monografia para a conclusão do curso sem dar ouvidos ao aluno e ainda adota métodos ultrapassados de avaliação?

    4. Sei que o TCC é um trabalho árduo, mas quando se finaliza a pesquisa em Pedagogia, por exemplo, realmente aprende-se sobre um tema. Ainda mais em se tratando de uma pós-graduação, acho que seria válido a permanência da produção de uma Pesquisa.
      Demorei bastante para encontrar um bom tema para TCC de Pedagogia, mas agora minha pesquisa está indo super bem.

    5. Apesar de não ser mais obrigatório, considero o tcc para estudantes de pós-graduação de suma importância para formação do senso crítico!

    6. Eu gostaria de saber é como que fica a questão de concurso público, como o do exército por exemplo.
      No edital eles exigem a monografia, estou finalizando uma pós agora e percebi que eles estão exigindo a elaboração de um paper para a conclusão do curso.
      Alguém saberia me dizer como fica essa situação? Visto que eu não terei uma monografia para apresentar quando for prestar o concurso e sim um paper??? Desde já agradeço muitíssimo se puderem esclarecer.

      1. tbm estou com essa dúvida!!

      2. É só você fazer o TTC no lugar do trabalho.

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.