EdTechMetodologias de Ensino

O que você precisa saber sobre o connected learning

0

Você conhece o connected learning? Bem, talvez não esteja familiarizado com a expressão, mas certamente já ouviu falar sobre o conceito, pois ele está intimamente ligado ao uso da tecnologia na educação. Essa é uma abordagem educacional que se baseia na abundância de informação e nas conexões sociais oriundas da inclusão digital. Com consciência de que os estudantes aprendem mais quando têm um real interesse no conteúdo, esse modelo valoriza o compartilhamento desses interesses com seus pares e mentores, assim como direciona o aprendizado para oportunidades e para o reconhecimento. O site Edudemic elencou alguns princípios da aprendizagem conectada, a fim de esclarecer melhor essa proposta.

O aprendizado conectado com outras áreas da vida do estudante é uma das propostas do connected learning.  Fonte: Moyer

O aprendizado conectado com outras áreas da vida do estudante é uma das propostas do connected learning.
Fonte: Moyer

Igualdade, socialização, participação: com esses princípios, esse tipo de ensino evita a exclusão de alguns alunos, aumentando significativamente o interesse do estudante no conteúdo.
Tecnologia: o connected learning se apoia nas possibilidades trazidas pela internet para conectar as mais diversas áreas da vida do estudante com o aprendizado, criando novas experiências educativas.
Criação: a produção de conteúdo, o compartilhamento de propostas e a criação de grupos e networks são amplamente valorizados.
Experimentação: um dos princípios desse tipo de ensino é incentivar o aluno a colocar a mão na massa e experimentar de forma prática o que aprende o máximo possível.
Engajamento: os interesses de cada estudante são valorizados e utilizados, a fim de mantê-lo empenhado no processo de aprendizado.
Comunidade: Um dos propósitos mais interessantes do connected learning é promover a participação da comunidade escolar (no caso de instituição física) ou da família e da rede de amigos do estudante na sua educação. O encorajamento por parte de pessoas queridas não apenas mantém o aluno estimulado como é uma ótima fonte de feedback.
Aprendizado dinâmico: o ensino não ocorre apenas na sala de aula, mas em casa e na comunidade. Essa proposta é bem próxima de alguns modelos de educação a distância e educação híbrida, não? Uma das grandes apostas para o futuro.
Navegando: as redes e mídias sociais são vistas como uma forma de conectar pessoas com objetivos parecidos, seu uso é estimulado para que os aprendizes compartilhem informações e também seus interesses em comum.

A participação de uma rede de amigos torna essa experiência ainda mais rica e prazerosa para o estudante.  Fonte: Campus Connect

A participação de uma rede de amigos torna essa experiência ainda mais rica e prazerosa para o estudante.
Fonte: Campus Connect

As palavras-chave do connected learning, portanto, são: experiências, comunidade, tecnologia e interesses. Seus valores são a equidade, a participação e a conexão social. Esse é um tipo de ensino que se apropria de forma muito proveitosa da realidade atual dos alunos e das possibilidades promovidas pela tecnologia. E parece ser mais um dentre os vários caminhos que nos levam ao futuro da educação.

E você? Já utilizou algum desses princípios com seus alunos? Compartilhe conosco suas experiências com o uso do digital no aprendizado e, para conhecer outras possibilidades advindas da parceria entre educação e tecnologia, assine nossa newsletter.

 

 

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.